Segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Habacuque Villacorte

Voto Distritão e fim das coligações podem valer já para 2018
11/08/2017 às 15:51:50

Para quem estava apostando todas as fichas em grandes mudanças no cenário político estadual para 2018 pode ir tirando o “cavalinho da chuva”! Segue tramitando a todo vapor, no Congresso Nacional, mais precisamente na Comissão da Reforma Política as propostas do voto Distritão e do fim das coligações partidárias, mudanças que já começariam a valer na eleição do próximo ano. Se aprovadas até outubro, as medidas vão “esfriar” muitos projetos políticos de “aventureiros”, de pessoas que sonham com a oportunidade de um mandato eletivo. As medidas são mais positivas para quem já está no exercício do cargo.

 

Para que o leitor tenha uma percepção melhor, este colunista será um pouco mais didático: o voto Distritão é um voto mais “regional”, ou seja, é positivo para quem já tem mais “nome”, para quem é mais conhecido ou possui mais visibilidade em determinada região. Diga-se de passagem, este cenário é até o mais democrático, porque de fato, vencerá a eleição quem tiver mais votos. Aquelas candidaturas que apostam todas as fichas para serem “carregadas” por coligações e inúmeros acordos políticos, neste novo cenário, não terão vez. As medidas já valeriam para as eleições de deputado federal e deputado estadual.

 

Em síntese, quem já tem mandato, que tem estrutura e conhecimento, inegavelmente já entra na disputa com certa vantagem. Em Brasília (DF), uma Frente de vários partidos de menor densidade se mobilizam para impedir a votação, mas as grandes legendas do País e os presidentes da Câmara e do Senado Federal já demonstraram aptidão neste sentido. A medida acabaria com situações inusitadas, onde um deputado com menos votos é eleito e deixa de fora alguém que findou sendo mais votado na urna eletrônica.

 

Já o fim das coligações não afasta apenas os candidatos “aventureiros”, como também os vários partidos “nanicos” também. No plano nacional já existem conversações em andamento para a fusão de várias legendas em uma só. Será uma espécie de luta pela sobrevivência, para tentar ampliar a representação no Congresso Nacional. Certamente teremos uma “janela” para a troca de partido e haverá uma concentração dos principais candidatos nas legendas mais tradicionais. Feito isso é esperar por mais, do mesmo...

 

Bomba!

São fortes os rumores de que a Prefeitura de Aracaju continua se relacionando muito bem com a TORRE EMPREENDIMENTOS. O comentário nos bastidores é que todo o passivo que a gestão tinha com a empresa teria sido negociado para pagamentos em parcelas.

 

Exclusiva!

A informação é que os órgãos fiscalizadores, que já acompanham a relação entre a PMA e a TORRE há algum tempo, estão monitorando tudo bem de perto e nos próximos dias poderemos ter novidades. Pelo visto esta “novela” ainda terá muitos capítulos...

 

E a crise?

Se os rumores se concretizarem deste acordo entre a PMA e a TORRE, resta saber como ficarão os demais fornecedores e prestadores de serviços da Prefeitura que também têm passivos para receberem e aguardam o fim da crise. Fala-se que não tem dinheiro para nada na gestão. Um acordo como esse, se concretizado, vai dar muito barulho...

 

Investigação

Não custa lembrar que o Departamento de Repressão contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) está investigando e ficou de encaminhar para a Procuradoria Regional Eleitoral para ver se há relação entre o saque de R$ 4 milhões feito pelo dono da TORRE, na semana da eleição para prefeito de Aracaju, em 2016, e o contato telefônico feito pelo então candidato Edvaldo Nogueira.

 

Veja essa!

Este colunista encontrou o ex-vereador de Aracaju e ex-presidente da Câmara Municipal, Emmanuel Nascimento (PT), circulando pela cidade e o mesmo sempre com aquela cortesia foi atencioso e parou por alguns minutos.

 

E essa!

Emmanuel Nascimento disse que segue tocando sua vida e que continua conversando e visitando os amigos. Sobre seu “sumiço” da cena política, emendou: “no político sem mandato nem o veto bate nas costas” (risos).

 

Decepção

Quando este colunista tentou render uma entrevista, Emmanuel fez logo uma advertência: não quer falar de nada, por enquanto. Está decepcionado com a política e prefere evitar qualquer manifestação.

 

Emmanuel Nascimento

Agora, como perguntar não ofende nunca, depois de ser vereador por sete mandatos na Câmara Municipal de Aracaju, após tanta dedicação ao agrupamento político, será que Emmanuel foi “esquecido” pelos companheiros? Coisas da política...

 

Falando nele

Para ser justo, este colunista reconhece a ausência de um vereador experiente na Câmara Municipal de Aracaju como Emmanuel Nascimento, pela presença, atuação e defesa do fortalecimento do parlamento. Alguns parlamentares da legislatura atual justificam seus mandatos e salários. Já outros...

 

Fora do jogo

O que era um rumor, agora veio à tona: o vereador Juvêncio Oliveira (DEM) praticamente anunciou nessa quinta-feira (10) que, ao término de seu atual mandato na CMA, vai “pendurar as chuteiras” em 2020. O democrata revelou decepção com a vida pública. “Carrego um ressentimento com a política”.

 

Juvêncio Oliveira I

“A política, infelizmente, acabou afastando alguns amigos que tinha como irmãos, em determinados momentos muitos também pensaram que me elegeram para ser o presidente do Banco Central, onde sou apenas um vereador. Fui eleito pelo povo e trabalho por isso. Não trabalho por um grupo”, desabafou.

 

Juvêncio Oliveira II

Por fim, o democrata pontuou que “chegar à vice-presidência foi muito para mim, tenho certeza de onde vim. E, depois de 2020, sei para onde quero ir: quero dedicação à minha casa, minha família, meus negócios e conservar da vida pública, acima de tudo, o respeito e o carinho dos meus verdadeiros amigos e demais colegas de profissão”, disse, praticamente anunciando sua “aposentadoria” da vida pública.

 

Mesa reeleita

Mesmo com toda velocidade, não houve problema para a eleição da Mesa Diretora da CMA para o biênio 2019/2020. O atual presidente Josenito Vitale (PSD), o “Nitinho”, foi reeleito e, no lugar de Juvêncio, terá como vice o também vereador Thiaguinho Batalha (PMB). Com a saída de Juvêncio, quem passa a compor a Mesa no próximo biênio é o vereador Seu Marcos (PHS).

 

Edvaldo Nogueira I

O prefeito Edvaldo Nogueira assinou, na manhã dessa sexta-feira (11), projeto de lei, que será encaminhado à Câmara de Vereadores, solicitando autorização para contratar empréstimo no valor de R$ 100 milhões junto à Caixa Econômica Federal, que servirão para a retomada de 40 obras em Aracaju. Deste montante, mediante esforço da atual gestão, R$ 50 milhões já se encontram liberados, para serem utilizados como contrapartida de 21 obras, aguardando agora a autorização do poder legislativo municipal.

 

Edvaldo Nogueira II

“Ao assinar esta mensagem e projeto de lei para encaminhar à Câmara, estamos dando um importante passo no cumprimento dos compromissos que firmei com os aracajuanos. Eu disse que iria retomar as 40 obras que deixei encaminhadas e com recursos assegurados no meu mandato anterior, mas que ficaram paradas na gestão passada. Este empréstimo, para o qual estamos solicitando a autorização do Poder Legislativo, nos dará as condições para reiniciarmos as obras. É um momento especial e de muita alegria”, disse o prefeito.

 

17 de Março

O prefeito Edvaldo Nogueira autorizou o início das obras da primeira unidade de saúde da família do bairro 17 de Março. O projeto, que irá beneficiar 17 mil moradores da região, garantindo serviços de assistência integral de saúde, é fruto de um investimento de R$ 955 mil. O planejamento, captação de recursos e celebração do convênio para a obra se deram ainda entre 2010 e 2012, quando Edvaldo era o prefeito.

 

João Daniel I

O deputado federal João Daniel (PT/SE) parabenizou a União Nacional dos Estudantes (UNE), que completa 80 anos de existência no dia 11 de agosto. Uma sessão solene do Congresso Nacional foi realizada no Senado, para marcar a data. O parlamentar destacou a importância que tem a UNE na luta histórica em defesa dos estudantes brasileiros.

 

João Daniel II

“Em nome da querida presidenta, a baiana Marianna Dias, e da vice-presidenta, a sergipana Jessy Dayane, quero saudar e parabenizar todos os estudantes brasileiros”, disse. Segundo João Daniel, nesse momento histórico de retirada de direitos, a UNE e a juventude têm o papel de continuar a luta histórica, de se posicionar, como sempre se posicionou, na defesa do O petróleo é nosso!, no impeachment de Fernando Collor, na defesa da democracia, da presidenta Dilma no momento do golpe e também na defesa de todas as lutas históricas. 

 

Amorim

Nessa sexta-feira, a convite do prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC), o senador Eduardo Amorim (PSDB) participou de ações do Projeto Prefeitura Itinerante no povoado Colônia Treze, em Lagarto. Com o Projeto, a população recebe atendimento nas áreas de saúde, educação, cultura, agricultura, esporte, lazer, meio ambiente, infraestrutura, ação social.

 

Lagarto

No povoado Colônia Treze, o senador Eduardo visitou as instalações da carreta da prevenção do Hospital de Câncer de Barretos. "Sabemos da importância em prevenir o câncer e a carreta realiza os atendimentos em sua excelência, com profissionais treinados em Barretos e com tecnologia avançada. Ficamos felizes em saber que a carreta já está atendendo", disse. 

 

Laércio Oliveira I

A população de Areia Branca foi beneficiada com as emendas do gabinete do deputado Laércio.  Foram pavimentadas as ruas da Praça Santo Antônio, as Ruas do fundo do Forródromo e muitas outras que estão proporcionando uma melhor qualidade de vida.   

 

Laércio Oliveira II

O deputado explica que para ter uma melhor distribuição dessas emendas são verificados vários critérios, não somente o pedido do prefeito, mas também o da população. “Vou às comunidades, aos municípios e converso com as pessoas e percebo a necessidade de cada uma. É uma escola, um posto de saúde, é uma rua que precisa ser calçada. É dentro dessa visão que formulo a distribuição da verba para aquele município”, enfatiza Laércio.    

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

Habacuque Villacorte

Jornalista há mais de 15 anos no mercado sergipano, Habacuque Villacorte há quase 12 anos responde pela editoria de política do Jornal Correio de Sergipe, onde também é o responsável pela coluna Quórum, aos domingos, além de acumular vasta experiência com gestão pública e assessoria de comunicação. Começou sua trajetória no Jornal da Cidade e já fez análises políticas na Rádio Jornal AM e na TV Alese.