Curiosidades

17 superstições bizarras ao redor do mundo
17/04/2017 às 16:59:29

1- China – O problema é o número 4...

 

O número 4 e suas outras terminações (14, 24, 34 etc.) são o foco de diversas superstições na China, já que sua pronúncia é semelhante à da palavra “morte”.

 

 

2. Dinamarca – Lixo para dar sorte

 

Quebrou um prato na Dinamarca? Então guarde os caquinhos para uma tradição curiosa de final de ano: o pessoal joga na casa de amigos e familiares na noite do réveillon para desejar boa sorte. Quanto mais caco tiver no seu jardim, mais querido você é!

 

 

3. Egito – Tesouras

 

Manusear uma tesoura sem cortar nada é um sinal de má sorte. E a crendice diz que deixar uma aberta é ainda pior! Entretanto, colocar um objeto desses embaixo do travesseiro evita pesadelos.

 

 

4. França – Caca de cachorro

 

Pisar sem querer em um cocô de cachorro pode ser sinal de boa sorte na terra do croissant. Mas só se você fizer isso com o pé esquerdo, é claro! Se pisar com o direito, se prepare para um perigo bem ruim na sua vida.

 

 

5. Grécia – Falando junto

 

No Brasil, brincamos que quando falamos algo junto com outra pessoa devemos pegar no verde. Na Grécia, essa superstição é chamada de “piase kokkino”, que se traduz como “pega no vermelho”. E, se isso acontecer durante a Páscoa, melhor ainda! Isso significa que você vai encontrar vários ovinhos da cor rubra, que são bastante tradicionais por lá.

 

 

6. Haiti – Coitada das mães

 

Várias crenças “matam” as mães no Haiti: andar apenas com um sapato, andar ajoelhado, varrer o chão à noite e comer o topo de uma melancia. Que sina, hein?

 

 

7. Índia – Crenças (nada) higiênicas

 

Você não pode cortar as unhas nas terças-feiras, nos sábados e em nenhuma noite, já que você corre o risco de perder pequenos objetos. Você também não pode lavar os cabelos nas quintas-feiras ou nos sábados. Historicamente, os cabeleireiros folgam nas quintas, e sábado é o dia de Saturno, que é bastante reverenciado pelos hindus.

 

 

8. Japão – Cuidado com o umbigo

 

Durante uma tempestade, as crianças devem cobrir a barriga! Caso não façam isso, Raijin, o deus do trovão, vai aparecer e roubar o seu umbigo. Já pensou em ficar sem ele?

 

 

9. Coreia – Ventilador assassino

 

Uma crença comum nas Coreias, principalmente na do Sul, é que, se você ligar um ventilador em um quarto fechado enquanto dorme, é capaz de ser assassinado pelo aparelho! A crença é tão forte que muitos ventiladores têm temporizador para você não correr risco de morte.

 

 

10. Lituânia – Assobiar

 

Jamais assobie dentro de casa se você estiver na Lituânia, já que isso invoca demônios que vão te perseguir! Medo!

 

 

11. Malásia – Sentar no travesseiro

 

Se você tem amor pelo seu popô, jamais se sente sobre um travesseiro na Malásia. Acredita-se que isso faz seu bumbum ser coberto por furúnculos, bolhas e feridas.

 

 

12. Nigéria – Vassoura da impotência

 

Acertar um homem com uma vassoura, mesmo sem querer, fará com que ele fique impotente ou que seus genitais desapareçam! E a única forma de combater essa maldição é bater mais sete vezes no rapaz com a mesma vassoura.

 

 

13. Filipinas – Sol e chuva

 

Aqui no Brasil, falamos que quando temos sol e chuva, está acontecendo um casamento de viúva. Ou quando tem chuva e sol, é o casamento de um espanhol. Nas Filipinas, quem está casando nessa superstição são os tikbalang – nada mais, nada menos que os cavalos do diabo!

 

 

14. Qatar – Aranhas protetoras

 

Hoje em dia, as superstições são proibidas no país. Porém, no passado, acreditava-se que as aranhas combatiam os incêndios domésticos, por isso você jamais poderia matá-las.

 

 

15. Ruanda – Barba de bode

 

As mulheres de lá jamais devem comer carne de cabra, porque isso faz com que elas criem barba!

 

 

16. Estados Unidos – Janela de bruxa

 

Particularmente no estado de Vermont, existem várias casas com janelas na diagonal, já que as bruxas não conseguem voar por janelas tortas.

 

 

17. Iêmen – Sexo do bebê

 

Para a mulher descobrir o sexo do seu filho, basta jogar uma cobra morta para cima: se o bicho cair de “barriga” para baixo, será um menino; caso caia de “barriga” para cima, será uma menina.

 

 

Por: Mega Curioso

Foto: Reprodução