Terça-feira, 19 de setembro de 2017

Airton Lima

Confiança: um time nos braços da torcida
11/09/2017 às 11:12:48

"Nada como um dia após o outro". Você já deve ter visto algumas vezes na vida essa famosa frase, para a equipe do Confiança uma adaptação poderia se aplicar: nada como uma rodada após a outra.

 

A equipe que começou o campeonato vencendo suas duas primeiras partidas, tomou um choque de realidade após a derrota por 4 a 0 para o Moto Clube-MA e depois disso desceu ladeira abaixo. Acumulou doze partidas seguidas sem vencer, um recorde negativo na história do clube, e na reta final teria pela frente uma tabela complicadíssima e traduzida em números faltando quatro jogos com quase 70% de chances de rebaixamentos e menos de 10% de chances classificação, que aquela altura só servia de meros cálculos matemáticos.

 

Mas, o tal do futebol gosta de contrariar a lógica, derrubar favoritos e desmentir prognósticos. Ailton Silva chegou, Tito voltou e a torcida, a essa torcida do Dragão merece um capítulo a parte, nunca abandonou o time, mesmo nos piores momentos, em noites chuvosas de segundas-feiras, com melancólicos empates em casa, ela estava lá. E você acha que não estaria quando o time começou a corresponder em campo? Claro que sim, estava forte, empurrando o time que voltou a vencer justamente contra o então líder CSA-AL, 2×0 categórico, sem chances e com atuação convincente. Vieram Botafogo-PB e Fortaleza, outras duas vitórias e agora o que era um sufoco de ter passado 12 das 17 rodadas no Z-2 mudava a rota e mirava para cima, o G-4.

 

O já rebaixado ASA seria o adversário, a invasão azulina ao estado vizinho já estava sendo planejada, porém fecharam-se os portões e ninguém poderia ver o jogo. Mas essa torcida, essa torcida é diferente, caravanas saíram de várias partes para estar perto do time, tão perto e tão longe, nos portões do estádio Coaracy da Mata, dentro um silêncio melancólico, fora o coração pulsante da torcida azulina que empurrou a equipe para uma vitória suada, sofrida, acima de tudo conquistada.

 

E aí meu amigo, haja festa, que alegria do torcedor que vibrou e viveu um daqueles momentos de contar para netos, bisnetos, guardar para sempre na memória. Os torcedores estavam em estado de êxtase, numa festa que ultrapassou as fronteiras do esporte e só quem vive esse sentimento pode explicar. Pensando bem nem precisa explicar, é melhor só sentir.

 

Como torcedor do esporte sergipano vibro com Sergipe sendo protagonista, contador de boas notícias e grandes histórias. Nosso estado merece ser muito mais que coadjuvante e tem potencial para isso.

 

Parabéns torcida azulina, vocês são exemplo.

 

Parabéns Confiança, essa história já é gigante, pode se tornar épica…

 

Agora o Dragão está à dois passos do paraíso…

 

#SomosTodosConfiança
#RumoASérieB

 

Foto: Ilustração

 

Airton Lima

É radialista por formação, locutor esportivo, ex-jogador de futebol e apaixonado por comunicação. Sempre teve uma forte ligação com o esporte, chegando a ser jogador de futebol amador na adolescência, inclusive passando até pela Seleção Brasileira de Base. É admirador da capacidade que o esporte tem em transformar vidas, unir povos e escrever parte da história da humanidade. Nesse espaço ele vai fazer análise dessa paixão esportiva que está no seu DNA.