Sábado, 21 de outubro de 2017

Carlos Ferreira

Chapa pronta e os governistas começam a caminhada
10/10/2017 às 16:56:13

Se houver alguma mudança será no cargo de vice. Mas é difícil que ocorra. A chapa governista para as próximas lições está 99,9% definida com os nomes de Belivaldo Chagas (PMDB) e Luiz Mitidieri (PSD) para governador e vice, respectivamente, Jackson Barreto (PMDB) e Rogério Carvalho (PT), disputando o senado. Foi conversado e acordado na reunião do último sábado, quando as pequenas arestas parecem ter sido aparadas, principalmente com o petista, que ainda sonhava em ser cabeça de chapa. Confiou no pedido do ex-presidente Lula que garantiu motivar a “cumpanheirada” sergipana com sua presença constante em Sergipe, caso o seu liderado fosse o escolhido. Não foi.  Não é nada não é nada, os governistas saíram na frente e a partir de agora, haja ordem de serviço para ser assinada no interior, com a presença do vice-governador. E JB mandou um recado: “até janeiro que ver o que cada aliado terá feito por Belivaldo”. Caneta na mão para nomear cargos comissionados é outro diferencial deste grupo, que não é fácil de ser batido, apesar do fraco desempenho do “cabeça” nas últimas pesquisas. Nada que o experiente Jackson, como experiente articulador, não possa reverter. Apesar de tudo isso, o já ganhou espalhado por alguns aliados pode ser um ponto negativo. É bom lembrar que do outro lado tem políticos tarimbados, acostumados a disputas difíceis, sem contar com o desgaste de um governo que não convenceu ainda. A disputa será boa, mas é bom a oposição começar a colocar a cabeça de fora porque os adversários já estão em campo.

 

 

AIRTON MARTINS

 

 

O prefeito de Barra dos Coqueiros, Airton Martins (PMDB), disse em entrevista ao Jornal da Ilha que vai votar no candidato ao governo indicado pelo governador Jackson Barreto (PMDB), mas adiantou que pode optar por um candidato ao senado da oposição. Não citou nomes, mas afirmou que eu compromisso é com a candidatura de JB. Para federal, votará em Fábio Mitidieri (PSD) e lançará o irmão para a Assembleia Legislativa.

 

 

ACEITAÇAO

 

 

Ainda durante a entrevista informou que está com mais de 80 por cento de aceitação e citou alguns programas sociais como o carro chefe da sua administração. A pavimentação de ruas, pagamento dos salários em dia e a regularização na distribuição de medicamentos nos postos também são pontos citados como positivos.

 

 

BOMBEIRO

 

 

O senador Eduardo Amorim (PSDB) começou a trabalhar como bombeiro para apagar o início do incêndio entre o prefeito de Itabaiana e os Teles de Mendonça. Na verdade, notinhas plantadas em alguns órgãos de imprensa, têm funcionado como combustível para aumentar o tom. Os dois lados negam rompimento. Eduardo recebeu a deputada Maria Mendonça em seu escritório na última quinta-feira e conversou com o prefeito Valmir na manhã do domingo, 08, durante a solenidade de encerramento da Copa Chico Cantagalo de Futebol Amador.

 

 

DESENTENDIMENTO?

 

 

O deputado federal Valadares Filho (PSB) nega qualquer desentendimento com o senador Eduardo Amorim (PSDB) ou com o deputado federal André Moura (PSC). “Muito pelo contrário: temos conversado constantemente e o planejamento segue sem maiores problemas”, disse, adiantando que a situação usa alguns órgãos de imprensa ligados ao governo para tentar espalhar desavenças que não existem.

 

 

ANDRÉ NEGA

 

 

E o deputado federal André Moura (PSC), líder do governo no Congresso Nacional, negou que esteja costurando um entendimento político com o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B). Garante que tem conversado muito com ele, mas para debater formas de ajudar Aracaju. Lembra que seu compromisso continua sendo com o senador Amorim.

 

 

ROMPIMENTO?

 

 

 A coluna continua garantindo que estão redondamente enganados aqueles que apostam num rompimento entre ele o senador Eduardo Amorim. O que existe entre os dois vai muito além da política partidária. Divergir é salutar, mas romper são outros quinhentos.

 

 

O CC DO RADIALISTA

 

 

Não pegou bem a nomeação do radialista Edivanildo Santana na Casa Civil, com um salário de 9 mil reais. Não porque ele não mereça, mas pelo fato de todos terem conhecimento que ele vai receber sem trabalhar pelo menos onde deveria: na Casa Civil. Ele apresenta um programa jornalístico das 12 às 14 horas na FM Princesa, de Itabaiana, a convite do deputado Luciano Bispo e tem como principal missão desgastar o prefeito Valmir de Francisquinho.  A remuneração oficial seria exatamente por esse trabalho. Aí não pode.

 

 

VENÂNCIO NÃO FALA

 

 

O deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) disse ontem à coluna, que não quer conceder entrevistas. Foi convidado para falar no Jornal da Ilha, mas recusou sob o argumento de que prefere ficar fora. Uma desculpa meio sem graça que não convence nem mesmo o mais inocente do cidadão. Mas é um direito dele.  Sobre a polêmica com o senador Eduardo Amorim (PSDB), afirmou que tudo que tinha que ser dito já foi dito.

 

 

JUNTOS DE NOVO

 

 

Jackson Barreto, João e Maria, juntos de novo, no mesmo palanque. É o que prevê o deputado estadual Robson Viana (PEN). Para que Sergipe não acabe com a tradição de ver no mesmo palanque políticos que estavam longe um do outro. Ou seja, para esses, a ideologia realmente não existe. JB vai apoiar a candidatura de Ana Alves à Câmara Federal.

 

 

E MENDONÇA?

 

 

O que é a vida. Não faz muito tempo e o ex-deputado Mendonça Prado soltava os cachorros nos ex-sogros, pais de Ana Alves, então sua esposa. E de quem ele tinha o apoio? Do mesmo Jackson Barreto que se apoiou em suas críticas nada republicanas para chegar ao governo. O presente foi a SSP e depois a Emsurb, de onde Mendonça saiu fragilizado enrolado com a justiça. Pois é, Deus não se agrada dos ingratos. Mendonça agora está só. Sem os sogros, sem a esposa e sem Jackson.

 

 

ZEZINHO

 

 

É compromisso do governador Jackson Barreto eleger Zezinho Sobral, deputado estadual. Já lhe presenteou com o comando do Podemos em Sergipe, tomando de Sukita, ex-prefeito de Capela, em conversa que manteve em Brasília com a direção nacional do partido. Com o partido na mão, claro, ficará mais fácil para o atual secretário de Ação Social, articular uma chapa que o favoreça. E fará. Só tem que ter cuidado para não seguir os passos da ex-secretária Marta Barreto com contratos estranhos envolvendo terceirizadas como a IAC. 

 

 

DE PAI PRA FILHO

 

 

O prefeito de Lagarto, Valmir Monteiro (PSC) confirma a candidatura do filho, Ibraim Monteiro (PSC), a deputado estadual. Atualmente o “pimpolho” presidente da Câmara de Vereadores de Lagarto e tem conseguido adesões de importantes lideranças. Sem contar que vai poder herdar alguns colégios de Gustinho Ribeiro, que tentará chegar à Câmara dos Deputados.

 

 

FÁBIO NO CALCANHAR

 

 

A tentativa de Gustinho se eleger deputado federal pode esbarrar no excelente mandado do também lagartense, Fábio Reis (PMDB). Lagarto elegerá dois federais? Muitos fazem essa pergunta, até agora sem resposta, claro. Na verdade, Fábio tem se notabilizado pelo grande volume de recursos enviados à sua terra e a vários municípios sergipanos. O Ribeiro pode estar entrando numa fria, abandonando o fácil caminho da reeleição. Dizem os especialistas.

 

 

IRAN SEM PALANQUE

 

 

O vereador Iran Barbosa vai disputar uma vaga de deputado estadual nas próximas eleições, com o apoio da atual deputada Ana Lúcia (PT). Como a corrente de esquerda já decidiu que não apoiar o candidato a governador apoiado pelo governador Jackson Barreto (PMDB), tudo leva a crer que Iran não terá palanque. Mais isso não o incomoda. Acredita na força do Sintese e no bom mandato que exerce na Câmara de Vereadores de Aracaju.

 

 

QUER MUITO QUER...

 

 

Já perceberam que o ex-prefeito de Capela Manoel Sukita acha que os sergipanos o idolatram? O rapaz já disse que seria candidato a deputado estadual, federal, governador e agora senador. Com tantos processos que responde, pode acabar ficando ode está: secretário de Capela. Já diziam os mais velhos que quem muito quer, acaba ficando sem nada. Faz sentido. E como faz.

 

 

OAB E O IPTU

 

 

O presidente da OAB Sergipe, Henri Clay Andrade pegou pesado com o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira. Falou em alto e bom som que o projeto que Edvaldo Nogueira (PC do B) anuncia como sendo de revogação do IPTU não passa de uma “farsa”. Segundo ele, o prefeito tentar enganar o povo de Aracaju com mudanças que na verdade vão aumentar o imposto no ano que vem.

 

 

NÃO GOSTOU

 

 

O secretário da Fazenda Municipal, Jeferson Passos não gostou nada da afirmação de Henri Clay e garante que ele está enganado. Mas na sua resposta preferiu não citar a palavra revogação. Disse apenas que o tal projeto implanta uma nova metodologia de cobrança do imposto. Ah bom!

 

 

HOSPITAIS

 

 

Os hospitais Cirurgia, Santa Isabel e São José estão agonizando. O mais incrível é que não se ouve uma palavra oficial por parte das fontes devedoras, o Governo do Estado e a prefeitura de Aracaju. Os hospitais ameaçam suspender o atendimento ao SUS e isso parece não incomodar governador e prefeito. Será possível uma coisa dessa?

 

 

APOSENTADORIA

 

 

A justiça não gostou nada da aposentadoria do vice-governador Belivaldo Chagas (PMDB). O político só trabalhou dois anos como defensor público e garantiu o direito de se aposentar, segundo ele, por tempo de contribuição. Acontece que o rapaz já era aposentado como deputado estadual e passaria a receber mais de 50 mil reais por mês. E nós trabalhadores mortais? Bem, nós estamos muito longe disso. É trabalhar até morrer sem conseguir aposentadoria.

 

 

DEZ MORTOS

 

 

Um menino de cinco anos, Mateus Felipe Rocha é a décima vítima do incêndio criminoso em Janaúba, Minas Gerais. Ele estava internado com queimaduras de terceiro grau.  Enquanto isso, Lucas, de quatro anos recebeu alta.

 

 

TIROTEIO

 

 

O Exército saiu e os tiroteios continuam na Rocinha, no Rio de Janeiro. Nesta segunda, 09, dois corpos foram encontrados depois de mais um confronto, o sexto em uma semana. Estamos em guerra. Nos morros cariocas são os traficantes que dão as ordens. Até quando?

 

Carlos Ferreira

Jornalista e radialista, Carlos Ferreira, está radicado em Sergipe há 39 anos. Atuou nos principais órgãos de comunicação do Estado, há exemplo do Cinform,  TV Sergipe, rádios Liberdade AM, FM, Cultura, Atalaia, Capital do Agreste,  Jornal de Sergipe, e Jornal da Manhã, onde inclusive foi Editor Chefe. Exerceu  a função de Diretor de Jornalismo em várias oportunidades, foi diretor geral da FM Lagamar e assessor de imprensa da Câmara de  Vereadores de Aracaju. Atualmente, está como secretário de Comunicação de Itabaiana e comanda o Jornal da Ilha primeira edição das 06h às 09h.